Arduino: Eletrônica Básica – Protoboard e Jumpers

Saudações Pessoal, tudo bem? Estamos inaugurando mais uma sequência de posts dentro dos conceitos do Arduino, mas diferente do conjunto de vídeos que estou mostrando sobre projetos com a nossa plaquinha, aqui eu vou mostrar alguns componentes básicos de eletrônica para conhecermos e aplicarmos em nossos projetos. Alguns componentes já vimos anteriormente mas é sempre bom dar uma relembrada, outros serão novos e talvez nós utilizemos nos projetos com menos frequência mas acredito que seja importante pelo menos ter uma noção que existem.

E para dar início vamos mostrar uma velha conhecida, a Protoboard ou também chamada de Matriz de Contato, em um dos posts que escrevi sobre introdução ao Arduino (Conhecendo o Arduino – parte 3) eu já havia deixado um link para um site bem completo e outro link para um vídeo (na verdade o primeiro de uma sequência de vídeos) sobre a protoboard, então, me sobrou pouco para escrever, mas posso deixar algumas dicas, tais como:

1) Não tenha medo de manusear a protoboard, se adquirida em lojas/sites apropriados ela não oferecerá nenhum perigo. Evite comprar os seus equipamentos e componentes em sites desconhecidos e que não sejam especializados em eletrônica ou arduino, normalmente uma protoboard não oferece risco, mas não coloco a minha mão no fogo por equipamentos de origem desconhecida;

2) Sobre choques elétricos, falaremos mais para frente sobre tensão, resistência, potência, etc. Mas se você estiver usando em sua Matriz de Contato um conjunto de duas pilhas de 3V ou uma bateria de 9V você não terá problema algum. Se você optar por utiliza uma fonte de 5V ligada na tomada de sua residência, garanta que tenha sido adquirida também em lojas/sites especializados e procure manuseá-la de forma correta, desta forma não apresentará risco algum de choque.

Pergunta: “Eu posso alimentar a minha protoboard com a própria tensão dos pinos de IO do arduino?”

Resposta: Pode, mas alguns cuidados devem ser tomados, falaremos sobre isto em outro post.

3) Estude os links que deixei, eles ajudarão você a entender a lógica de funcionamento da protoboard e isto facilitará nos seus projetos a posicionar adequadamente os componentes;

4) Não se preocupe em comprar a mais cara, mas como iniciante prefira as que tenham indicações claras, como na imagem a seguir:

protoboard

imagem 1 – Protoboard

5) Última dica sobre protoboard: Divirta-se, experimente, teste, brinque, a protoboard é para isto mesmo…

Para concluir o nosso post, gostaria de escrever rapidamente sobre um item geralmente desprezado, os Jumpers ou fios de conexão. Eles são os fios que farão a ligação entre componentes na sua protoboard, fazem o papel equivalente ao das trilhas em uma placa de circuito impresso. Os jumpers podem possuir conectores macho-macho e serem flexíveis (imagem 2), ou sólidos e cortados a mão para se ajustar ao circuito (imagem 3), neste último caso prefira o fio de núcleo sólidos de espessura 22 AWG (normalmente vendidos em bobinas nas lojas de componentes eletrônicos).

jumper_flexisivel

imagem 2 – Jumpers flexíveis

jumper_solido

Imagem 3 – Jumpers sólidos

Bem pessoal, espero que tenham gostado do post, deixem suas dúvidas, criticas e comentários e ajudem o curioso.digital compartilhando este texto em suas redes sociais. Um grande abraço e até a próxima.

Acesse o nosso perfil no Software Livre Brasil

Siga-nos no Twitter: @curioso_dgtal

Siga-nos no Facebook: @curioso.dgtal

Assine o nosso canal no Youtube

Participe do nosso grupo no Google

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s