Utilizando Linux – Recursos parte 2

Saudações Leitores, neste post vamos dar continuidade a apresentação de recursos do Linux, lembrando sempre que eu utilizado a distribuição Fedora com o ambiente gráfico Gnome, mas geralmente as aplicações funcionam em distribuições diferentes, podendo ocorrer alguma mudança na forma de instalação. Importante lembrar que algumas vezes acontecem incompatibilidades entre ambientes gráficos por exemplo, uma aplicação desenvolvida com as bibliotecas gráficas do Gnome pode apresentar problemas ao rodar no KDE, a grande maioria (principalmente as mais famosas) costumam funcionar sem problema algum.

A primeira aplicação que eu gostaria de comentar é para uso no shell, é o “vi” (isso mesmo, somente estas duas letras o “v” e o “i”). É um editor de textos em modo carácter muito comum entre os usuários que escrevem batch’s em shell script ou utilizam linguagens como python, na verdade você pode programar em qualquer linguagem utilizando o vi, mas quem abriria mão de uma boa IDE? Para acessá-lo basta abrir um terminal e digitar o comando vi e pronto, ele abre quase que instantaneamente, já o seu uso não é tão prático assim, e é necessário decorar as funcionalidades de algumas teclas e aprender como é a lógica do seu funcionamento, mas superado alguns traumas iniciais o editor se mostra muito eficiente principalmente nos momentos de instalações e configurações de algumas aplicações. Vou deixar aqui o link para para dois guias de utilização do vi: link1 e link2.

Quem já foi usuário do antigo MS-DOS, em algum momento da vida já deve ter se deparado com a necessidade de utilizar a famosa dupla zip/unzip ou seja, um compactador e um descompactador de arquivos, e no linux esta necessidade não sumiu, e sendo assim contamos com a dupla Tar e Gzip. Em linhas gerais o Tar é um “empacotador” de arquivos, ele basicamente junta vários arquivos em um só mas não é capaz de comprimi-lo, por isso utilizamos o Gzip para as compactações. É possível possível empacotar e compactar (e o inverso também) tudo em um único comando, vou deixar aqui um link para um site muito interessante que explicará mais detalhadamente o que é cada comando e como utilizá-los individualmente e de forma única.

Já na linha das aplicações para ambientes gráficos, vou escrever sobre os dois mais famosos editores de imagens para linux (no Fedora ambos podem ser instalados através da loja). O primeiro deles é o Inkscape, um excelente editor de imagens vetoriais. Confesso que já fui usuários do CorelDraw e quando comecei a utilizar o Inkscape senti dificuldades em função das teclas de atalho, nomes de recursos e botões da aplicação serem diferentes, não sei como está a versão mais atual do CorelDraw e acredito que talvez existam recursos que não tenham no Inkscape, mas atualmente não ha imagem que eu não consegui criar/editar no Inkscape (embora minhas habilidades sejam limitadas), deixo aqui um link muito interessante de comparação entre Inkscape X CorelDraw X Illustrator. Para quem quer aprender um pouco do Inkscape vou deixar aqui um link para os tutoriais da pagina da própria ferramenta.

O segundo editor é o Gimp, outro excelente editor mas de imagens raster (alguns dizem bitmap), sempre comparado ao famoso (e caro) Photoshop, para mim ele não deixa nada a perder. Assim como no Inkscape, eu não sou a pessoa mais habilidosa em edição de imagem raster, mas sempre tudo que precisei fazer, inclusive com filtros, eu consegui sem problemas. Neste artigo tem um pouco da narrativa do ilustrador Elias de Carvalho Silveira que substituiu o Photoshop pelo Gimp e inclusive ganhou os premio de melhor Capa do Ano pela ANER em 2013 e 2014 e Melhor Capa no Prêmio Abril de Jornalismo 2014, o que para mim já é prova suficiente que para a grande maioria das pessoas que só querem deixar uma fotinho mais bonita o Gimp é mais de que suficiente e para os usuário que utilizam para trabalhos profissionais ele dá conta do recado. Neste link [] está uma lista com diversos tutorias para quem deseja aprender sobre o Gimp.

Bem pessoal, espero que tenham gostado do post, deixem suas dúvidas, criticas e sugestões, no próximo post vou continuar apresentando mais alguns recursos, até a próxima.

Siga-me no Twitter: @curioso_dgtal

Participe do nosso grupo no Google

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s